terça-feira, 25 de maio de 2010

Mais uma aulinha de cores :)

A cor nada mais é do que a forma...
“...como o olho (dos seres vivos animais) interpreta a reemissão da luz vinda de um objeto que foi emitida por uma fonte luminosa por meio de ondas eletromagnéticas”.
Resumindo a história, a cor pode ser definida como a interpretação que nossa retina faz sobre um determinado comprimento de onda. Devido as limitações do nosso sistema ocular, nós humanos só podemos enxergar até certo comprimento de onda, mais especificamente do vermelho, até o violeta.







Além de ser um fenômeno físico, a cor pode afetar a percepção das pessoas. Hoje em dia o que não faltam são sites com “receitas” de quando e como usar determinada cor... Porém, o que sabemos, é que cada pessoa possui uma percepção única de cada cor.
Porém, mesmo com essa "percepção única de cada um", sofremos algumas experiências quase "universais" coloquei entre aspas porque tenho muito medo dessa palavra que nos levam algumas associações muito parecidas. Para provar isso, vamos fazer um teste rápido olhando para essas imagens:




























Observem como o uso de um filtro azulado e um amarelado podem trazer diferentes sensações térmicas para a imagem. Esse tipo de associação se deve as cores frias e quentes do círculo cromático, que está aqui embaixo.




















Porém, é sempre bom lembrar que essas experiências que sofremos não podem ser confundidas com gostos pessoais, ou com “achismos”. Ouvimos muito por aí que tal cor simboliza esperança, outra a prosperidade, e até que algumas cores podem trazer fome. Mas será mesmo que o que é uma “cor próspera” para mim é a mesma para você? Provavelmente não. E sinceramente, nunca senti fome porque vi uma cor vermelha estampada na parede.
A tarefa de um designer (ou profissional de moda, de publicidade...) é criar associações com as cores; e não escolher cores de acordo com associações pré-definidas.
A experiência pessoal de cada pessoa é que vai ditar como ela interpreta determinada cor, portanto ao escolher uma paleta, fuja de conceitos do estilo “vou usar o verde porque simboliza prosperidade”, mas vá atrás de conceitos-chave, como o de usar uma cor fria/quente dependendo de sua peça gráfica (roupa, anúncio...)

Achei essa aulinha aqui e editei adaptando algumas coisinhas :)

Beijinhos <3
Profe Bolsinha

Um comentário:

Alcindo Filho - Fotografia disse...

Julia, material muito bom mesmo. Comprei um livro recente de Gerenciamento de Cor para Fotografos. Vale a Pena.

#Dica