terça-feira, 23 de agosto de 2011

Ipanema...



















Ipanema se foi hoje... Há meses estava doente como eu contei aqui, e há dias ela vinha piorando cada vez mais. Desde a semana passada já não comia, os rins pararam de funcionar, não levantava, não se mexia... No domingo ela passou muito mal e teve várias convulsões... De ontem pra hoje ela gemia baixinho e abria de leve os olhos quando eu falava com ela...
Estou tranqüila porque sei que agora ela não sente mais dor e está em paz. Fiz tudo que pude, dei muito amor e carinho, e aproveitei todos os momentos com ela.
Era um ser especial, que me ensinou muito sobre a vida e sobre a vontade de viver! Me trouxe muitas alegrias e me fez descobrir uma capacidade imensa de amar que eu nem imaginava que eu tinha. Me ensinou sobre a morte e a efemeridade das coisas. E sobre como é importante a gente saber aproveitar os momentos bons e tirar da dificuldade uma lição.
Ontem à noite me despedi dela... Peguei no colo e, enquanto ela me olhava, agradeci a ela por ter me escolhido e por tudo que a gente viveu. Disse que a amava e que nunca iria esquecê-la. Ela suspirava baixinho e sei que ela me entendeu... Se despediu de mim num olhar...
Muita gente não entende o amor pelos animais. Acham um absurdo a gente gastar dinheiro com um bichinho doente enquanto pessoas passam fome ou crianças estão sem casa. Eu acho que se tivermos amor no coração devemos fazer sempre o que está ao nosso alcance por TODAS as criaturas do planeta. O que veio pra mim foi uma gatinha doente, que precisava de cuidados, e eu fiz o que eu pude.
Se um dia for uma pessoa, uma criança e eu puder fazer, vou fazer! Entendo assim... O importante é cada um fazer uma parte, o que cai na sua mão, o que você pode fazer. 
Agradeço a Deus a oportunidade de ter conhecido, cuidado e amado a Ipanema. E por ela ter me feito tão feliz!

Descanse em paz minha bichinha 




22 comentários:

Pri Boscariol disse...

agora ela está lá em cima com Deus, talvez foi até melhor pra ela do que ficar sofrendo..
fica em paz ♥

Regina disse...

Esse seu texto e muito bonito Julia. Em poucas palavras disse muita coisa profunda.
Que sorte Ipanema teve de ter voce com ela, e vice-versa.

paulabassi disse...

Tenho uma gatinha de 17 anos, sei que vou me sentir da mesma forma quando ela se for.
Descanse em paz, Ipaneminha!

Leticia disse...

Fiquei emocionada com suas palavras, pois tb tenho uma bichinha que enche a minha vida de carinho e sei que quando o momento dela chegar (espero que demoooore) esse mesmo sentimento vai tomar conta de mim. Força pra vc e muita paz pra sua gatinha! Bjo

Iáfa Almeida Cac, disse...

tenho certeza que ela está brincando com meu pequenino cãozinho que se foi tem 4 meses tb...

tenho certeza que os dois estão se divertindo muuuito =D

Thaise Campos | Maria Valentine disse...

amiga, que linda a homenagem!
que ela descanse em paz :|

Beijos
Thaise
mariavalentinne.blogspot.com

tatiana disse...

Julia querida !!! fiquei uito emocionada com o seu depoimento...fiquei triste mas sei que DEUS fez o melhor pra Ipanema !! orei por ela e agora vou orar por você, para que DEUS conforte teu coração e que a saudade venha sem tristeza !! bjinho :´´

Dri Morango disse...

Quem faz por animais o que você fez pela Ipanema, consegue fazer muuuito mais por um ser humano.
Sei a falta que ela está fazendo, pois já passei por isso.
Agora é, realmente, lembrar dos momentos bons e que a dor acabou.
Bjks e paz no seu coração.

Joanna disse...

Júlia,
Suas palavras são lindas! Tenho um bichinho e sei bem tudo o que está sentindo... Fique em paz! Bj

Renata Valois disse...

Ai, meu Deus. É duro, né? Por isso a gente tem que viver pra valer e ponto. Isso os bichos sabem mais do que a gente! Beijos!

Maraisa disse...

Bolsinha! Que linda homenagem! Não te conheço pessoalmente, mas acompanhei a luta pela vida da Ipanema... Tenho a mesma opinião, acredito que devemos fazer o bem à todos, sempre! Que Deus lhe dê conforto e muita paz! beijinhos...

mi disse...

Julia, nunca comentei por aqui, mas ja' leio o seu blog ha' um tempao... uma peninha a Ipanema ter ido, mas olha, que coisa linda a sua dedicaçao a ela e as suas palavras a respeito da gente precisar fazer o que estiver ao nosso alcance, seja gato ou seja gente. Voce parece ser alguem muito especial e querida, e a Ipanema foi muito sortuda de ter voce por perto nessa vidinha breve dela. Fica bem!

Ana Beatriz disse...

Eu tô impressionada porque só agora tive tempo de vir visitar o blog e hoje cedo eu passei pela Catedral aqui da minha cidade e pedi a Deus bem baixinho pela Ipanema! Juro! Nem sabia que ela tinha passado tão mal no finds. Sei que nem te conheço, Julia, mas, tô sempre por aqui visitando o teu espaço e me sinto meia da casa! Me emocionei com seu depoimento pra essa gatinha tão fofa *__*
Ela era tão boa que Deus quis ela lá pertinho dele...
Fica em paz, Ipanema...
Julia, fica bem..

:**

Carolina disse...

Que triste, Júlia! Força aí, garota!
Bj

Gabi disse...

Sinto muito por ela já ter ido :(... A única coisa que conforta, é que dor e sofrimento, ela não sente mais.
Uma abraço bem macio prá vc

Juliana Spitz disse...

Poxa Julia, fiquei tão triste com essa notícia... mas Ipanema sabe o quanto você a amou e tudo que fez por ela.
Beijos.

Pasta da Tÿta disse...

Estou sem palavras, de verdade!

camila lima disse...

ai q triste!to morrendo de chorar agora!apesar de nunca ve ipanema mas criei um amor por ela pq vc encontrou ela na msm epoca q eu pegeui pra criar meu gatinho e so de pensar ele morto acho q nao aguento!!
mas sua palavras foram lindas e sei q ela sabe q vc amo mt ela!forças estamos cm vc!

Elizangela Bispo (Artesã) disse...

Oi Jú!,sinta- se abraçada minha linda!,já tive muitos gatinhos e sei bem como é essa dor que vc está sentindo,chorei muito lendo seus twitts falando sempre com amor e ao mesmo tempo com tristeza sobre a Ipaneminha!,eles nos fazem muita falta mesmo! é 1 amor incondicional!,que só quem ama os animais sabe como é,isso de nos acharem loucos! é normal,típico de quem nunca teve 1 bichinho e estimação na infância,porque os pais não queriam ou porque não gostam mesmo!,agora,que a Ipaneminha virou estrelinha,vão ficar as fotos e os seus melhores momentos!,então não fique triste minha linda!,pois vc melhor do que ninguém,sabe que fez de tudo por ela e sabe que ela sentiu,percebeu e retribuiu do esse seu amor!!!

Cyca disse...

Júlia, que pena... poxa. Mas ela está melhor sim, está no céu dos gatinhos. Também perdi um gatinho, que viveu longos 12 anos dando felicidade pra minha família. Ficou doente e depois Papai do Céu o levou. Chorei ao ler este post. Fique bem, querida. Força, força, força. :(

Retrato em Branco e Preto disse...

Chorei demais lendo esse texto porque foi exatamente assim que aconteceu comigo e com o "Dudu", meu cachorro..
E não tem um dia que eu veja uma nuvem e lembre da cor branca dele.

Linda homenagem!
Um beijo

Rosa disse...

Faz tempo que eu não leio algo pra me dar tanta vontade de chorar. Fiquei com um aperto no peito, lembrando de todos os bichinhos e carinhos que o tempo já tirou de mim e e sofri por um que eu nunca vi.